Entenda como a Jujuba Joias reduziu em mais de R$41.000 o seu Capital de Giro


Jujuba joias

“Eu demorei muito para entender que o problema de capital de giro me atrapalhava tanto.”

– Ney, Sócio da Jujuba Joias Infantis

Sobre a Jujuba Joias

Fundada há pouco mais de 5 anos, a Jujuba Joias Infantis é uma empresa especializada em joias infantis, como brincos, pulseiras, colares, anéis e pingentes.

As suas peças de ouro 18K e pedras naturais são destinadas ao público infantil, mais especialmente os recém-nascidos e bebês.

Apesar de no Brasil haver grandes joalherias, não há muitas opções personalizadas para crianças e após enxergar essa oportunidade, Ney e sua sócia, começaram a empreender.

“Jóia é um presente diferente, é eterno. Há pessoas que tem 80 anos e até hoje, guardam o primeiro brinco.” comenta.

Hoje, a empresa vende através do próprio site, mídias sociais e televendas – Entregando para todo o Brasil.

Se você busca o primeiro brinco de seu filho(a) recém nascido(a) ou registrar o nome de sua criança em uma pulseira, pode ter certeza de que a Jujuba Joias pode te ajudar.

Você pode conhecer um pouco mais dessa doce empresa, clicando aqui.

Desafio do negócio

Para uma empresa crescer com qualidade no mundo dos negócios, não basta apenas a empresa possuir um conceito inovador, atendimento excelente, produtos de qualidade e vender.

É preciso cuidar dos indicadores financeiros que são basicamente o termômetro do negócio.

Caso um indicador não vá bem, podem surgir problemas na mesma semana ou após longos meses.

Com a Jujuba Joias não foi diferente, a empresa vendia bem, mas não fazia a gestão efetiva dos seus números.

“Eu fiquei muito tempo focado em vender. Aumentar a receita. E o que acontece, chegou um certo momento em que começamos a nos complicar com as contas. Porque apesar da receita estar crescendo, não tínhamos tudo muito bem organizado e o nosso capital de giro começou a ficar absurdamente alto.”, relata.

Esses problemas que o Ney menciona são os sintomas que praticamente 96% do varejo sente – A sensação de vender e não ver a cor do dinheiro.

Essa sensação está ligada ao fato do dinheiro passar pouco tempo na conta da empresa e está relacionada à problemas de indicadores.

Um desses problemas é a baixa lucratividade, ocasionada pela ineficiência da precificação.

“Minha precificação era amadora, eu que fazia os preços, mas não fazia muitas contas. Era um markup simples da minha cabeça.”, comenta.

Por mais simples que pareça, essa situação é o motivo de cada vez mais vender no prejuízo, visto que não há controle das margens para tomar simples decisões.

Como por exemplo, um desconto.

“Até na hora de fazer promoções, não fazíamos as contas necessárias. Víamos o que queríamos vender e colocávamos o preço com desconto, sem verificar se faria sentido.”

Um segundo problema que está relacionado à essa situação é o capital de giro descontrolado.

Onde a empresa vai precisando de cada vez mais dinheiro para funcionar.

 


 

“Eu demorei muito para entender que o problema de capital de giro me atrapalhava tanto.”

– Ney, Sócio da Jujuba Joias Infantis

 


 

Esse problema de capital de giro está relacionado diretamente pela forma como rodamos os nossos processos de compra, venda e estocagem de produtos.

E a medida em que a empresa aumenta o seu faturamento, o capital de giro aumenta na mesma proporção.

“Eu não tinha noção do quão grande era o capital que a gente precisava para rodar o negócio.”, explica.

Toda essa situação acontecia com a empresa do Ney e muito provavelmente, chegaria um momento onde não teria mais como continuar.

Até que essa história tomou um rumo diferente.

“Até que eu encontrei vocês.”, relata.

Solução

Em Dezembro de 2019, a Jujuba Joias começou o processo do Preço Certo.

Realizada a etapa de levantamento de informações e estudo do negócio, conseguimos diagnosticar com precisão, quais eram os principais problemas da empresa.

Para minimizar os efeitos do capital de giro alto, foi preciso trabalhar as métricas que impactam diretamente esse indicador.

“Nós estávamos recebendo em 14 dias e agora, recebemos em 2 dias.”, explica.

Reduzir o prazo de recebimento é uma maneira de fazer com que você possa contar com o dinheiro das vendas mais rapidamente.

“Eu sempre negociava com os meios de pagamento, a melhor taxa. Mas chega momentos em que faz mais sentido você pagar um pouco mais, deixar a taxa um pouco maior na hora do recebimento, mas receber o valor antes.”

Dessa forma, você reduz a exposição do caixa por grandes períodos de tempo.

Uma outra ação trabalhada na empresa foi entender como o portfólio de produtos individualmente influenciava no capital de giro total da empresa.

Com a ferramenta do Preço Certo foi possível encontrar esses produtos.

“Nós conseguimos ver o capital de giro por produto.”

E com o apoio do nosso time consultivo, foram tomadas as devidas decisões para otimizar esse indicador.

“Chegamos a conclusão que em alguns produtos, mesmo que tenha um lucro razoável, eles exigem um capital de giro muito alto. Não vale a pena termos em nossa linha.”

Esse apoio consultivo é muito importante na tomada de decisões e com todo conhecimento adquirido pela equipe do Preço Certo, foi possível ajudar mais uma empresa no controle do capital de giro. 

“Se fosse apenas eu, sozinho, ia ser muito mais difícil. No mínimo, ia ser muito mais demorado, ao invés de ter essa mudança em 2 meses, iria levar 1 ano – sendo otimista, pois poderia ser que eu nem chegasse nisso também.”

 


 

“Foi uma mudança muito rápida, nós começamos a trabalhar em Dezembro e até Fevereiro, já mudou absurdamente o nosso capital de giro, a minha saúde. Mais de 100% do nosso capital de giro para positivo.”

– Ney, Sócio da Jujuba Joias Infantis

 


 

Além do próprio controle do capital de giro, a Jujuba Joias conseguiu ter mais clareza e certeza de suas margens, sem erro de precificar e criar promoções.

“Com o sistema, conseguimos ver melhor, o que vai acontecer, simular promoções.”

Evitando assim, o aumento do risco de suas ações – Que é basicamente o caminho que quase todo o varejo naturalmente segue.

 


 

“Talvez se não tivesse esse suporte, apenas o sistema, sem o apoio consultivo, eu ia demorar muito mais tempo para fazer os ajustes necessários.”

– Ney, Sócio da Jujuba Joias Infantis

 


 

“Além do sistema ser bom, o know how da equipe de vocês é muito grande. Vocês estão acostumados.”

Resultados

Como é de se esperar, com o devido apoio de um time de especialistas e de uma ferramenta que apura todos os números da empresa, os resultados vieram.

Desde Dezembro até Fevereiro, os resultados das mudanças permitiram que a empresa do Ney pudesse vislumbrar novos horizontes de crescimento.

“Conseguimos ajustar a empresa de uma maneira que mesmo nos meses ruins, por ter o capital de giro positivo e ter ajustado o custo fixo, a gente consegue manter a empresa bem.”

  • Redução de R$41.240 no Capital de Giro

Imagine se a sua empresa precisasse de R$38.347, todos os meses, para ficar de pé?

Isso significa que você precisaria manter em caixa, essa quantia mínima para vender os seus produtos.

E após 2 meses de muito trabalho, dedicação e gestão por indicadores.

Ela passasse a gerar R$2.893 todos os meses?

Ou seja, a própria empresa passasse a se manter.

Essa redução de R$41.240 no capital de giro da Jujuba Joias permitiu que a empresa do Ney saísse do grupo dos mais de 96% de empresas que não sabem e não controlam o próprio capital de giro e quebram por esse motivo.

Removendo assim, toda e qualquer barreira financeira, que impediria o crescimento da empresa.

“Nosso objetivo desse ano é crescer pelo menos 60%, com mais qualidade e mais lucro.”, finaliza o Ney, empresário dono dessa história de sucesso.

Quer fazer de sua empresa nosso próximo caso de sucesso?

 

Converse com um consultor do Preço Certo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.