Cresça seu negócio

6 passos sobre como montar um e-commerce

15/11/2016

montar um e-commerce

Montar um e-commerce pode até ser mais simples do que montar uma loja física, entretanto existem pontos que demandam atenção e planejamento.

Atualmente estão disponíveis ferramentas que facilitam o desenvolvimento, manutenção e divulgação da loja virtual e algumas delas são gratuitas. Elas podem ser interessantes para quem está começando, mas se os negócios fluírem, será fundamental investimentos em tecnologia.

Independente do segmento, os produtos e serviços que serão oferecidos é importante seguir recomendações para evitar surpresas e conseguir bons rendimentos.

Para ajudar nessa empreitada separamos os seis passos iniciais de como montar um e-commerce.

 

1 – Escolha o segmento que irá atuar

Geralmente as pessoas já tem uma ideia do que querem vender e só desenvolvem o e-commerce baseado nas próprias preferências ou por já atuar no meio físico com determinado segmento.

Se não for esse o caso, o primeiro passo é pesquisar o mercado-alvo a fim de escolher qual nicho será o foco.

Para isso é válido considerar as tendências, a realidade sócio – econômica, sua experiência com o nicho, entre outros fatores que ajudarão a decidir o seu futuro.

 

2 – Elabore um planejamento realista

Montar um e-coomerce exige planejamento, em que são colocados no papel os pontos-chave que indicarão como será o modus operandi e a estratégia adotada pelo negócio.

Partindo da premissa que você já iniciou a pesquisa, agora é o momento de segmentá-la.

Como? Pesquisando sobre o mercado-alvo, os concorrentes, como eles atuam e principalmente o seu público-alvo, pois é a ele que seus esforços de marketing irão atingir.

A partir daí será possível determinar objetivos e a forma como irá “vender seu peixe”.

 

3 – Escolha a plataforma do e-commerce

A plataforma será a base do seu e-commerce.

É onde você cadastra os produtos, automatiza as atividades do negócio, determina o preço, se comunica com cliente, entre outras possibilidades.

Existem diferentes plataformas, algumas são mais intuitivas, outras exigem profissionais para o aperfeiçoamento, contudo é preciso ressaltar que as funcionalidades e potencial de crescimento devem ser avaliadas para dar escalabilidade ao negócio.

 

4 – Crie um layout amigável e intuitivo

O layout do e-commerce é como a vitrine e as gôndolas de uma loja física e demanda um visual transparente e moderno, que passe credibilidade e favoreça a navegação.

Algumas interfaces são pré-definidas, porém o ideal é contar uma proposta personalizada, que proporcione a usabilidade adequada para a loja virtual.

 

5 – Defina preços e as formas de pagamento

Para esse passo é necessário avaliar os fornecedores, os preços e as formas de pagamento praticados pela concorrência.

Pesquise sobre as integrações de formas de pagamento que melhor se adaptam a plataforma escolhida.

Possivelmente será preciso contratar os serviços de um gateway ou um intermediador de pagamento.

 

6 – Estabeleça processos de entregas, estoque e expedição

Como em uma loja física será preciso ter centro de distribuição.

Geralmente, as próprias plataformas apresentam suporte para manter o controle dos processos de logística, emissão de nota fiscal, entre outros pontos.

Será preciso planejar as entregas dos pedidos, políticas de troca em casos de troca e devolução.

 

Existe uma fórmula mágica de como montar um e-commerce rentável?

Não, mas existe um caminho, que inclui planejamento e principalmente comprometimento.

O comércio eletrônico é um campo que tem muito a crescer, podendo se tornar uma excelente oportunidade de negócios.

É uma fonte de renda que exige uma estratégia eficiente para tornar o e-commerce conhecido e posicionar a marca.

Gostou do que leu? Compartilhe com os seus amigos das redes sociais para favorecer a troca de experiências e a cooperação.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *