Ninja Financeiro

Preço de venda não deve nascer do seu custo!

06/10/2017

Preço de Venda não deve nascer do custo Preço de Venda

Como definir uma politica de preço de venda bem elaborada?

Roberto Assef, o maior especialista de precificação do Brasil e consultor sênior do Preço Certo, debate esse conceito em sua palestra ao e-talks da Endeavor.

O objetivo é demonstrar a visão da importância do processo de formação de preços e o impacto negativo ao fazer incorretamente e o positivo nos indicadores financeiros da empresa. 

O que verei no vídeo?

No inicio da conversa, Assef fala do desentendimento dos empresários em relação ao processo de formação de preços.

Ele comenta que o preço normalmente é praticado em cima de custos e não da finalidade do negócio, a rentabilidade e que a área de precificação geralmente estão voltadas a contas e não é o correto. 

Alguns pontos importantes abordados no vídeo:

  1. Preço de venda é fundamental para rentabilizar seu esforço 
  2. Objetivo da Politica de Preços 
  3. Critérios para definição de preços 
  4. Capital de giro e seu impacto 
  5. Novas estratégias de preços 

Separamos o vídeo para que você possa se aprofundar e entender os conceitos diretamente do especialista:

Preço de venda está relacionado a receita

De acordo com algumas pesquisas, falada por Roberto no final do vídeo, mostram de maneira conservativa que aumentar em 1% o seu preço de venda, gera 9% de aumento no lucro operacional.

Ou seja, o que acontece quando sua empresa está no aperto? Você diminui preço ou corta custos. Mas já parou para pensar que cortar custos não é tudo?

Focar em aumentar a receita para resolver problemas é mais estratégico do que se preocupar com custos.

E preço de venda está atrelado diretamente a receita. Segue alguns dados interessantes condensados de consultorias internacionais: 

Aumento de 1% de preço -> Aumento de 9% no lucro operacional

Redução de 1% nos custos variavéis -> Aumento de 5% do lucro operacional 

Aumento de 1% de volume -> Aumento de 4% do lucro operacional

Redução de 1% dos custos fixos -> Aumento de 3% do lucro operacional

Ou seja, o ajuste de preços é de fato mais interessante para o objetivo da empresa, o lucro, do que qualquer outra estratégia comumente adotada. Muito se dá por práticas passadas e aceitas pelo mercado, mas precificação é muito mais do que isso e gera impacto diferente do que achava no negócio. 

Mais conteúdos relacionados

Fique a vontade para ler outros de nossos conteúdos:

#1 Precificação de produtos: Como tornar mais eficiente?

#2 Conheça os 4 principais métodos de formação de preços

#3 O que é CMV e como posso calculá-lo? 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *