Cresça seu negócio

Como diversificar formas de pagamento pode ajudar nos negócios?

11/10/2016

formas de pagamento

Como os clientes costumam pagar as compras em sua loja? Dinheiro em espécie, crédito, débito, boleto bancário, mobile payment ou outro meio? Com tantas alternativas disponíveis, dificilmente os consumidores optam por uma única opção, afinal, cada um tem a sua preferência de acordo com o momento financeiro, juros, descontos e outros fatores. Dessa maneira, temos uma ideia da importância da ampliação das formas de pagamento em uma empresa.

No artigo de hoje, vamos entender o papel da diversificação dos meios de pagamento e como o seu negócio pode se beneficiar com isso. Confira!

 

Qual a relevância de disponibilizar novas formas de pagamento?

Imagine o quanto seria desagradável perder uma venda porque o cliente não está com dinheiro suficiente na carteira ou a esqueceu em casa.

O primeiro caso poderia ser resolvido com uma compra no cartão, tanto no crédito quanto no débito, e o segundo com a possibilidade da compra por boleto, por exemplo.

A ideia é que quanto mais formas de pagamento disponíveis, menos vendas serão perdidas.

Além disso, há um ganho de reputação para a loja e de satisfação e experiência de compra para o cliente, afinal de contas, só de o consumidor não ouvir ou ler um “não aceitamos compra por boleto” ou “só recebemos em espécie” já é algo que faz com que a pessoa não precise sair do estabelecimento.

A variedade de meios também oferece liberdade ao público, que pode optar por diversas formas em diferentes compras de acordo com o que achar melhor para o momento.

Por exemplo: muitas vezes, um cliente evita comprar no cartão de crédito poucos dias antes da data de fechamento da fatura e, por isso, opta por comprar no dinheiro ou no boleto para datas mais avançadas.

 

Quais cuidados você deve ter com essa diversificação?

A inadimplência é o problema no qual você deve ficar mais atento. É um cuidado que se tornou menos preocupante com o desuso dos cheques e notas promissórias, porém, o boleto bancário ainda é um meio que pode gerar dívidas caso o produto seja entregue antes.

Evite esse erro e só trabalhe com a disponibilização antecipada do serviço se você tiver o controle sobre o acesso dos clientes, como em instituições de ensino, academias, sistemas de gestão, dentre outros.

Assim, você pode limitar o uso da oferta após atrasos indevidos.

Outro cuidado é em relação às taxas ou aluguéis cobrados pelas operadoras de máquina de cartão (Cielo, Moderninha, Payleven) e pelas administradoras de cartões de crédito e débito (Santander, Itaú, Bradesco, BB, etc.).

Não que seja um gasto evitável, mas é sempre bom negociar os encargos com esses intermediadores, assim como os possíveis adiantamentos de recebíveis.

Essa questão do tempo em que a venda é efetuada e o prazo para o valor entrar no caixa é algo que você deve controlar.

Ao mesmo tempo em que os cartões são mais práticos e reduzem a zero o risco de calote à loja (o cliente se endividaria apenas com o banco), eles exigem um planejamento financeiro mais intenso.

 

Quais as vantagens de adotar outros meios de pagamento?

  • Flexibilidade para lojistas e clientes

Ambos não se limitam a uma forma de pagamento e, portanto, podem diversificar a cada compra/venda realizada.

Se a loja tiver um problema técnico com a maquininha de cartão ou o cliente não puder comprar à vista, sempre haverá uma segunda opção para concluir a aquisição.

  • Maior faturamento

Ora, se o risco de desistências, fraudes e calotes são bem menores, então a tendência é que o faturamento do seu negócio aumente. O cliente pode comprar mesmo se não levar cartão, smartphone ou dinheiro.

Ao diversificar as formas de pagamento, você amplia o seu alcance em relação à captação de clientes, aumenta sua taxa de vendas e oferece uma experiência de compra mais completa ao público. As pessoas passam a ter mais segurança e confiança ao adquirir alguma oferta em sua empresa.

Você notou como seu negócio pode gerar mais vendas ao explorar outras formas de pagamento? Então, se você curtiu esse conteúdo, compartilhe-o em suas redes sociais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *