5 dicas para vender em marketplaces


O comércio online tem muitas facilidades e vantagens interessantes para quem já está no meio virtual e também para quem quer empreender.

E como o objetivo do varejo é captar clientes e efetuar vendas, a busca por vitrines e shoppings online é cada vez maior. É a vez dos marketplaces brilharem!

Para as lojas virtuais é uma grande vantagem vender através de marketplaces para aproveitar o alto tráfego de usuários já adquirido pelo site.

Nisso, quem ganha é o seu produto que passa a ser visto por mais pessoas e, consequentemente, gerar mais vendas neste mercado tão disputado que é o e-commerce. 

Os marketplaces são na verdade um portal de venda online com diferentes varejistas em um mesmo espaço. O que difere e apresenta vantagens ao comerciante se comparado a uma loja física, por exemplo, é ser visto por mais pessoas do que o público que chegaria o endereço ou mesmo a loja virtual em si.

Outra grande vantagem é o fato de poder escolher um marketplace com segmento específico para o seu público, fazendo com que seu produto chegue ao consumidor de forma mais assertiva. Muitos destes sites são comumente acessados pelos consumidores do segmento, facilitando as vendas.

Pensando nessas vantagens, separamos algumas dicas para quem quer ter ainda mais sucesso nas vendas em marketplaces! 

1) Segmente o seu produto

Onde o perfil de público que compra seu produto está conectado? Essa é a primeira pergunta que deve ser respondida.

Quem quer vender em marketplaces precisa pesquisar os espaços e entender qual a relação do seu cliente com o e-commerce.

Por exemplo, se você trabalha com roupas de ginástica deve escolher um marketplace mais segmentado para esse tipo de artigo.

Caso for algo mais genérico, ou produtos de diferentes áreas, então vale apostar as fichas em um marketplace com vendas de produtos diversos, onde o consumidor fará pesquisas.

Após isso, conheça as taxas e regras do espaço para fazer uma boa escolha ao seu negócio. 

2) Integre seu e-commerce automaticamente

Assim como o e-commerce, o marketplace também é uma plataforma de vendas, mas ao invés de ser mediado por uma única empresa que vende seus produtos, o marketplace é mediado por uma determinada empresa, e nela vários lojistas expõem seus produtos.

Utilize um ERP como o Bling para fazer a integração da sua loja virtual.

A integração com marketplaces ajuda no crescimento do seu negócio, já que é possível atingir um público diversificado e diferentes nichos de mercado.

Através da integração, é possível importar seus pedidos de venda de forma facilitada e rápida além de sincronizar o estoque automaticamente. 

3) Cuide do visual do seu negócio

Com o aumento de visibilidade que um marketplace proporciona ao negócio, é importante cuidar da reputação da loja, pois é um dos atributos levados em conta pelos algoritmos dos marketplaces para dar destaque aos produtos na capa do site.

Outro ponto fundamental é expor seus produtos de forma adequada: tenha boas fotos, mostre detalhes, ângulos e todas as informações possíveis.

Quanto mais detalhes forem expostos, maior a chance do cliente fechar a compra. 

4) Capriche na descrição dos produtos

Na hora de cadastrar seus produtos, lembre-se que o anúncio escrito deve ser mais comercial do que técnico, para convencer o cliente da compra.

É importante que as informações sejam condizentes e ricas em detalhes, já que tudo conta na hora em que o cliente deve finalizar a venda.

5) Organize seu negócio

Toda a experiência do consumidor gira em torno da busca, do preço e da entrega. Caso ele solicitar um produto e estiver indisponível, ou realizar a compra e a entrega falhar é sinal que a organização do negócio está com arestas que devem ser aparadas.

Investir em um sistema de gestão online garante mais organização dos processos desde o fluxo de caixa, até a logística de entrega.

Outra grande facilidade do Bling, é a emissão de notas fiscais de forma descomplicada e rápida. 

Vender em marketplaces é um uma oportunidade para otimizar suas vendas, mas para tudo sair conforme o desejado é preciso planejar e cuidar bem da gestão do seu negócio.

Com parceiros como a Preço Certo, você aprende a formar seus preços com margem real de cada venda e produto, integrado ao Bling atualiza automaticamente os valores dos produtos.

Ele também monitora indicadores financeiros em tempo real, para calcular o capital de giro da empresa e lucros limpos. 

Trabalhar com e-commerce é estar permanentemente em uma vitrine virtual, sem limites de distância ou acesso, tanto para quem deseja comprar, quanto para quem deseja vender.

Faça um teste grátis com o Bling e confira na prática durante 90 dias os benefícios de organizar os processos da sua empresa utilizando o cupom #precocerto e verifique as funções de estoque, caixa, emissão de boletos, notas e organização logística, além de integrar sua loja aos maiores players do mercado de marketplaces.

 

 

Conteúdos Relacionados com E-commerce

6 passos sobre como montar um e-commerce

Como criar uma Descrição de Produtos em 7 Passos

Como aproveitar as sazonalidades no e-commerce?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.