Saiba como calcular a margem de contribuição da empresa e dos produtos


Saber como calcular a margem de contribuição é um passo muito importante para quem é ou pretende ser um bom empresário ou uma boa empresária.

Esse indicador nos ajuda na tomada de decisão, de maneira mais assertiva, favorecendo o crescimento e o sucesso do negócio.

Neste artigo, vamos aprender como calcular a margem de contribuição total e unitária para que você use estes indicadores a seu favor.

Vamos lá!

 

Como calcular a margem de contribuição?

Margem de contribuição unitária (produto a produto)

Como você deve saber, a margem de contribuição é a diferença entre preço de venda e os custos variáveis.

Sendo assim, temos a seguinte fórmula:

Margem de Contribuição Unitária (MCU) = Preço de venda – Custos e despesas variáveis

E para encontrarmos o percentual da margem de contribuição, que é uma informação preciosa e muito utilizada em sistemas de precificação, temos o seguinte cálculo:

IMC = Índice Margem de Contribuição = (Margem de Contribuição / Preço de venda)*100

EXEMPLO: Marcelo queria saber a viabilidade de vender um determinado produto importado a um certo preço.

Para analisarmos a viabilidade dessa venda, segue os dados:

  • Preço de venda atual: R$ 30,00;
  • Atributos, custos da venda e da mercadoria: R$20,00;
  • Quantidade vendida no mês: 200 unidades.

Utilizando a fórmula, temos:

Margem de Contribuição = 30 – 20 = R$10,00

IMC = 10/30 =33,3%

  • Margem de contribuição unitária: R$10,00;
  • IMC: 33,3%;

Para analisar o lucro total da comercialização do produto, temos:

Lucro bruto = MCU * Quantidade vendida

Lucro bruto = 10 * 200 = R$2000,00

Agora que calculamos e temos os dados, podemos iniciar a análise.

Analisando a margem unitária

Temos uma margem de contribuição unitária de R$10,00 em cada venda, ou seja, cada unidade vendida desse produto, contribui com R$10,00 no pagamento de despesas e custos fixos, além de gerar caixa.

Considerando que ainda haverão outros custos, uma margem de R$ 10,00 seria suficiente para pagar as contas e ainda gerar lucro líquido?

Tenha em mente de que quanto mais apertada for a margem, maiores serão os riscos que o negócio poderá ter.

Pois gerar caixa é essencial para dar continuidade ao seu negócio.

Vale lembrar também que ter caixa na empresa é essencial para não ter problemas com o seu capital de giro.

Retomando ao exemplo.

R$2.000,00 de lucro bruto com um produto no mês é um resultado que pode ser classificado como bom ou ruim dependendo da empresa.

Para finalizar, fique de olho de sua formação de preços para acabar não vendendo um produto com a margem apertada demais ou até negativa.

Margem de contribuição total (empresa)

A margem total é a média ponderada do faturamento e representa o quanto de lucro bruto a empresa é capaz de gerar.

EXEMPLO: Marcelo é lojista de marketplace, comercializa dois produtos, camisas e bonés, com margens unitárias de 20% e 40%, respectivamente.

Ao final do mês, o empresário faturou R$2.000,00, onde:

  • O faturamento das vendas de camisas foi de R$1400,00;
  • O faturamento das vendas de bonés foi de R$600,00;

Como já sabemos as margens unitárias de cada produto, vamos direto ao cálculo:

Margem Total = (1400*0,2+600*0,4)/1000 = 0,26 ou 26%

Vemos então que o Marcelo conseguiu R$260,00 para pagar os seus custos e despesas do mês.

A pergunta é: Será mesmo que ele vai conseguir?

Com isso, você pode estar se perguntando: “Então como vou saber se a minha margem está boa ou não” e é justamente esse o próximo assunto deste artigo.

 

Existe margem de contribuição ideal para o meu negócio?

A resposta dessa pergunta é simples: a sua margem de contribuição varia de produto a produto e de negócio a negócio, ou seja, não é fixa.

Por tanto, não podemos “chutar” um valor ideal, pois existe uma série de fatores que você vai precisar levar em conta na hora de analisar sua margem periodicamente, como o tempo, a concorrência, o cenário de mercado etc.

A pergunta que você deve fazer a si mesmo é essa: Quanto de lucro eu quero ter no final do mês?

Isso porque a precificação de produtos é um processo onde buscamos atingir um resultado e esse objetivo financeiro, seja ele qual for, deve ser estabelecido por você!

A partir daí verificamos se a margem estabelecida consegue pagar todas as suas despesas e se também consegue te dar o lucro objetivado.

Logo, o que você precisa fazer é definir a margem da sua loja e realizar testes com ela, a fim de obter o melhor resultado possível.

Chamamos essas otimizações de decrementos(para menos) e incrementos marginais(para mais).

Você pode conferir mais a respeito desse conceito, no vídeo abaixo:

 

Viu como é uma estratégia bem interessante e que pode otimizar seu resultado, concorda?

Pois você pode alterar preços de forma quase imperceptível, aumentando ou diminuindo a sua margem, com segurança e sem perder competitividade.

Inclusive essa é uma das práticas que realizamos com os nossos clientes. Para você ter uma ideia, quase sempre é possível encontrar R$200,00, R$400,00, R$800,00 e até R$2.000,00 à mais de lucro na empresa.

Essa prática também traz a vantagem de prever o quanto de dinheiro vamos conseguir obter com as vendas.

Muitos lojistas acreditam que para chegar na margem ideal é necessário diversas pesquisas, estudo de concorrência, anos de experiência em mercado, quando na verdade, ela nada mais é do que um resultado do seu processo.

 

Case de Sucesso: Como aumentar 17,4% na Margem Total

A Link Ofertas é um cliente e case de sucesso do Preço Certo.

A empresa trabalha com a venda de produtos dos mais variados segmentos e foi através das otimizações dos produtos menos lucrativos que foi possível aumentar a margem média da empresa em mais de 17%.

Ou seja, o lucro bruto da empresa aumentou em mais de 17%.

Simples assim, a nossa plataforma ajudou o empresário a precificar os seus produtos, apurar a margem de contribuição total da empresa e unitária dos produtos e o nosso time de consultores auxiliou o cliente na tomada de decisão.

Como vimos neste artigo, se a empresa faturou R$100.000 e possui uma margem total de R$40.000, estaríamos falando de um aumento de R$6.800 à mais de lucro bruto na operação.

Um aumento considerável, não acha?

Basta clicar aqui para conhecer este caso de sucesso.

O Preço Certo ajuda empresas, como a Link Ofertas, a se tornarem mais lucrativas e rentáveis, através de estratégias que otimizem o lucro e caixa das mesmas.

Clique aqui para conversar com um dos nossos consultores financeiros e entender como podemos te ajudar.

 

Ferramenta para calcular a margem

Mais do que apenas calcular a margem de contribuição dos produtos e da empresa, é preciso analisá-las para tomar decisões.

Para concluir esta conversa, gostaria de te oferecer uma oportunidade, isso mesmo.

Que tal receber uma ferramenta gratuita capaz de te auxiliar no cálculo da sua margem de contribuição? Pois bem, então conheça a nossa planilha de precificação de produtos.

Com ela, você conseguirá precificar com base na margem que deseja ter ou calcular a margem de contribuição atual do seu negócio, com base no seu preço de venda. 

Não perca essa oportunidade e faça o download agora mesmo!

Comece a precificar os seus produtos agora mesmo

 

 

Conteúdos Relacionados

2 comentários em “Saiba como calcular a margem de contribuição da empresa e dos produtos”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.