Conheça 3 estratégias para otimizar um capital de giro negativo


Ter capital de giro negativo é uma característica comum à maioria dos negócios físicos ou virtuais.

E sem o devido controle desse indicador e a otimização do mesmo, alguns problemas financeiros começarão a surgir.

Neste artigo, vamos apresentar 3 estratégias que precisa aplicar na sua empresa para reverter esse cenário de capital de giro negativo. Vamos lá!

Qual é o significado de um capital de giro negativo?

Para entendermos mais a fundo essas estratégias, deixe-me explicar o motivo desse indicador aparecer no vermelho para você.

Quando o capital de giro é negativo, temos um cenário de tomada de caixa.

Basicamente, esse cenário nos diz que, mesmo sem receber o valor das vendas é preciso ter em caixa, um determinado capital reservado para manter todas as operações em dia.

Logo, você vende tem uma empresa e ela possui um capital de giro negativo em R$100.000, estamos falando que: você precisa ter um caixa de R$100.000 no mês, para conseguir dar vazão a todos os processos do negócio, como reposição de estoque, contar com o dinheiro em recebimento que ainda não caiu e arcar com despesas financeiras da operação.

Em muitas das vezes, todo esse capital acaba por reduzir o fôlego financeiro da empresa, visto que toda entrada de caixa é destinada para o pagamento de obrigações.

Portanto, quanto menor for a necessidade do capital de giro em um cenário de tomada de caixa, maior será o fôlego que o caixa vai ter.

E consequentemente, menor é exposição ao risco que a empresa vai ter também.

3 Estratégias para otimizar o capital de giro

À seguir, vou te apresentar 3 estratégias que você deve aplicar em sua empresa, para otimizar esse indicador.

Negocie com fornecedores

Negociar prazos com fornecedores é uma ótima maneira de diminuir o tempo que o dinheiro sai do caixa da empresa e por consequência, reduzir o período entre entrada e saída de caixa.

Uma situação comum de acontecer é trocar os prazos de fornecedores por um ou outro desconto e quando estamos analisando um capital de giro negativo, entendemos que essa situação ajuda a aumentar esse problema.

Em praticamente todos os casos, é interessante ganhar 5, 7, 15 dias ou mais para pagar o fornecedor, pois estaremos reduzindo a necessidade de capital de giro.

Neste caso de sucesso da Jujuba Joias, nós contamos um pouco mais sobre como essa mudança na mentalidade do empresário(a) pode ajudar a reverter esse cenário.

Ao final desse artigo, vou te mostrar na prática, como essa e todas as outras métricas impactam esse indicador.

Trabalhe as formas de pagamento

Pare e reflita: Se você faz uma venda e só a recebe em 30 dias, com qual capital podemos contar até receber esse valor? 

Se a sua resposta foi o capital de giro, pode ter certeza que sim.

Abaixo, você verá algumas maneiras de trabalhar essa métrica.

Adiantamento de recebíveis

Adiantar os recebíveis é uma maneira de agilizar a entrada das vendas feitas no cartão, no caixa da empresa e responsável também, por contribuir na otimização do capital de giro.

É importante ressaltar que há taxas em cima do preço de venda e por conta disso, você precisa levar em consideração em sua precificação de produtos.

Outras formas de pagamento

Além das compras realizadas no cartão, temos outros meios de pagamento como o boleto e transferências.

Esses meios permitem que você receba rapidamente o valor da venda, porém na maioria das vezes é pouco atrativo ao cliente.

Por conta disso, você pode realizar descontos um pouco maiores (10, 20, 30%) para esses meios de pagamento, a depender de como estiver a sua margem.

Nessas horas, estamos focando em gerar caixa, deixando um pouco a margem de contribuição de lado.

Otimize o giro de estoque

O giro de estoque é a terceira métrica que você pode trabalhar para otimizar um capital de giro negativo.

Essa métrica nos ajuda a entender a frequência com que compramos os produtos dos fornecedores.

Um giro de estoque alto significa que estamos girando mais o estoque e consequentemente, teremos menos produtos parados, o que é bom pra empresa e fará com que você otimize seu processo de compras.

Para atingir e ter um capital de giro otimizado, é preciso entender que quanto mais vezes compramos de um fornecedor, maior é a chance de evitar futuros prejuízos com estoque parado desnecessariamente.

Portanto, pare e analise: Para um produto que leva em média, 15 dias para ser vendido (desde a compra até a venda), não faz muito sentido estocá-lo por 30 dias, por exemplo, se seu fornecedor consegue te repor o estoque em tempo hábil.

Afinal, podíamos utilizar o valor investido nesse estoque, para outros fins…

Como enxugar o estoque?

Abaixo, vamos apresentar um vídeo que a nossa equipe gravou com o Roberto Assef, um dos maiores especialistas em precificação do Brasil.

Ele conta uma maneira que você pode seguir, para enxugar o seu estoque.

 

 

O que achou?

Caso você queira entender um pouco mais sobre o assunto, nós te convidamos a conhecer o nosso guia de gestão de estoque.

Guia completo de gestão de estoque

 

Otimização do capital de giro na prática

Agora, nós vamos mostrar na prática, como essas métricas podem trabalhar em conjunto para otimizar um capital de giro negativo.

 

 

Com a nossa ferramenta analisando as métricas de compra e venda dos seus produtos e a nossa consultoria lhe auxiliando, fica muito mais fácil, concorda?

Você pode também utilizar a nossa calculadora gratuita de capital de giro para realizar essas análises.

Calcule o seu capital de giro

 

Conclusão

Reverter um cenário de capital de giro negativo é um dos primeiros passos para sair de um desafio financeiro e em muitos casos, deixar de vender e não ver a cor do dinheiro.

Se este desafio está tirando o seu sono, pode ter certeza de que, ao trabalhar as métricas que apresentamos neste artigo, você terá um norte financeiro.

E para entender um pouco melhor os possíveis cenários que o capital de giro pode tomar e ações que pode fazer na empresa para melhorar, te convidamos a conhecer o nosso manual de redução de capital de giro.

Com ele, você conseguirá entender mais a fundo todas as estratégias que apresentamos.

E-book redução de capital de giro

 

 

Conteúdos Relacionados com Indicadores

Por que controlar o capital de giro da empresa?

Como calcular a margem de lucro real da empresa?

Lucro e Fluxo de Caixa: Qual a relação com mortalidade de empresas?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.