O que é o giro de estoque? Entenda como calcular e apurar para evitar produtos parados!


Calcular e ter controle do giro de estoque é fundamental para o gestor que deseja fazer melhores compras e até, vendas.

Neste artigo vou falar sobre o que é este indicador, te ajudar a calcular, apresentar uma calculadora gratuita e muito mais!

Então vamos ao que interessa!

O que é o giro de estoque?

O giro de estoque é o indicador que mede a quantidade de vezes que foi preciso girar o estoque de um determinado produto, desde a sua compra até a venda.

Ou seja, desde o momento em que compramos um estoque até o momento em que o vendemos, quantas vezes esse processo se repetiu?

A resposta para essa pergunta é o giro de estoque.

Com esse entendimento, avançamos na explicação!

 

Por que precisamos analisar o giro de estoque?

Analisar este indicador nos ajuda a responder duas perguntas extremamente importantes:

  • Estou comprando da forma correta?
  • Quanto tempo em média ficará parado este produto?

Ao longo deste artigo irei te explicar um pouco mais sobre esses assuntos usando algumas situações que muito provavelmente já aconteceram ou acontecem aí, em sua empresa.

 

Como calcular o giro de estoque?

Para calcular o giro de estoque nós precisamos apenas de duas informações: estoque médio e a quantidade de vendas realizadas no período.

Caso você não tenha essas informações, recomendo que utilize um ERP para ter controle dessas métricas.

Agora vamos à fórmula:

Giro de Estoque = Quantidade de Vendas / Estoque Médio

Para ajudar na explicação vamos dizer que Maria, empresária do ramo de moda, vende uma blusa personalizada.

E que ao longo de 6 meses, ela vendeu 300 unidades da blusa mantendo um estoque médio de 60 unidades.

Portanto, o cálculo do giro de estoque se dará da seguinte maneira:

Giro de Estoque = Quantidade de Vendas / Estoque Médio

Giro de Estoque = 300 / 60 = 5 giros de estoque

A Maria girou o seu estoque 5 vezes ao longo desses 6 meses de vendas.

Resumindo, para calcular o giro de estoque precisamos seguir estes passos:

  1. Definir um período de análise;
  2. Descobrir quantas unidades foram vendidas naquele período;
  3. Descobrir o estoque médio que foi mantido no mesmo período;

Agora, como podemos saber quando o giro de estoque é considerado bom ou ruim?

Vamos analisar agora!

 

Interpretando o giro de estoque

Após o cálculo do giro de estoque, podemos considerá-lo como alto ou baixo e agora, vou explicar brevemente cada um desses cenários.

Alto giro de estoque

Produtos com alto giro de estoque são extremamente saudáveis para a operação por dois motivos.

O primeiro é que entendemos que há um volume de venda considerável para o negócio.

E o segundo motivo é que as chances de ter produtos congelados em estoque é baixa, reduzindo o risco da compra.

Neste artigo ainda irei explicar a relação do giro de estoque e os produtos congelados, mas por enquanto seguimos interpretando!

Baixo giro de estoque

Seguindo o caminho oposto do primeiro cenário, quando há produtos que têm pouco giro, entendemos que há um risco muito grande na operação.

Um produto com baixo giro nos diz duas coisas.

A primeira é que a procura pelo produto pode não ser tão alta e para entender mais a fundo esse motivo, devemos analisar a nossa precificação e a oferta de valor.

Ou erramos na hora de comprar o estoque, o que é extremamente arriscado para a saúde da empresa.

Afinal realizamos um investimento que muito provavelmente, pode não dar retorno financeiro para o negócio.

Quando saber se o giro de estoque é bom ou ruim?

Quem vai dizer se o giro de estoque da sua empresa está bom ou ruim é você, com base no seu modelo de negócio.

Por exemplo, as importadoras possuem um ciclo de vendas que dura meses, desde a compra em outro país até a entrega na casa do cliente.

Por conta disso, se faz necessário importar uma quantidade elevada de estoque pensando nos meses subsequentes.

Logo o giro de estoque terá um valor.

O que é diferente da empresa que pode comprar e receber o seu produto em questão de dias, por conta da proximidade com o fornecedor.

Em ambos os casos há diferentes cenários que podemos seguir para trabalhar o giro de estoque.

 

[Baixe Gratuitamente] Calculadora de Giro de Estoque

 

Qual é a relação do giro de estoque com produtos congelados?

Podemos utilizar o giro de estoque para encontrar o “dias em estoque” e assim, entender quais são os produtos que estão congelados.

Basta seguimos a fórmula abaixo:

Dias em Estoque = Quantidade de dias do período / Giro de estoque

Para exemplificar, vou utilizar o exemplo anterior para entender se o produto que a Maria, nossa empresária do ramo de moda, está parado ou não.

Apenas relembrando:

  • Analisamos o giro de estoque no período de 6 meses (aproximadamente 180 dias);
  • 5 giros de estoque no período;

Logo:

Dias em Estoque = 180 / 5

Dias em Estoque = 36 dias

Portanto temos um produto que leva mais de um mês para ser vendido, um tempo relativamente grande para o varejo.

Em média, produtos que levam mais de 30 dias podem ser considerados produtos congelados, porém é uma análise que você precisa fazer.

O seu processo de compra e venda pode ser menor?

Você poderia ter um produto com menos de 7 dias em estoque?

Se sim, muito provavelmente há oportunidades de otimizar este indicador.

Leia também: Como evitar produtos parados em estoque?

 

Qual é a relação do giro de estoque com o capital de giro?

Como já vimos até o momento, ter produtos com alto giro de estoque é bom para a operação pois reduz as chances de ter produtos congelados.

Além disso, pode ser que você saiba ou não, mas ter produtos congelados dentro da empresa aumentam o nosso capital de giro.

Como assim?

Vamos dizer que você retirou ou vai retirar dinheiro do seu caixa para fazer a compra e além disso, será necessário considerar o custo de manutenção desse estoque.

Ou seja, a necessidade de capital se torna maior por conta dessa compra.

Capital que poderia ter sido utilizado para uma compra de produto com alto retorno e até, uma eventual emergência.

Sem contar o ciclo de vida de um produto, que tende a desvalorizar o seu valor ao longo do tempo.

Para explicar um pouco sobre o que é o ciclo de vida do produto e as suas etapas, nós preparamos este vídeo:

 

Como calcular o giro de estoque com a Preço Certo?

Com a Preço Certo, é possível ter visão dos produtos que possuem alto ou baixo giro de estoque de acordo com os seus critérios.

Além disso, a nossa plataforma te ajuda a entender os produtos que se encontram parados em estoque para que você tenha uma visão clara de como anda a saúde do seu estoque.

Tudo isso graças ao otimizador de compras da Preço Certo.

Clique aqui para conversar com um dos nossos consultores e entenda como podemos te ajudar a crescer.

 

3 dicas para ter controle do giro de estoque

Agora que temos o entendimento do giro de estoque, quero compartilhar 3 dicas que te ajudarão na gestão deste indicador.

 

Faça a gestão das suas vendas

Essa dica é básica e simples: realize a gestão das suas vendas!

Você pode utilizar um ERP ou planilha para isso, desde que consiga ter visão do volume de vendas realizadas e de informações básicas como:

  • Custo do produto;
  • Quantidade em estoque;
  • Canais de venda configurados;

Observação: Nunca utilize um ERP apenas para emissão de notas fiscais!

Ferramentas de gestão com essas possuem grandes recursos que vão te ajudar a escalar as suas vendas mais rapidamente.

 

Estoque mínimo para reduzir riscos

Se você vende em média 50 unidades em um mês, por que comprar 200 para o mesmo período?

Ter estoque parado não é um bom caminho, como já vimos nesta conversa.

Então busque comprar apenas o suficiente para que você consiga vender sem que haja ruptura de estoque.

 

Compre com mais frequência

Pegando o gancho da dica anterior, por que não podemos também reduzir os intervalos das compras?

Se você vende 50 unidades ao mês, você vende em média 13 produtos por semana.

Será que seria possível comprar com mais frequência para que você consiga girar mais o produto dentro da sua empresa, garantindo o caixa?

São perguntas e boas práticas que você pode se fazer para ter uma boa gestão do giro de estoque.

 

Bônus: calculadora gratuita de giro de estoque

Estamos chegando ao fim da nossa jornada de aprendizado…

Mas para que ela não acabe de qualquer maneira, quero te convidar para conhecer a nossa calculadora de giro de estoque.

Com esta ferramenta você conseguirá ter visão do giro e dias em estoque, além de um breve diagnóstico do que fazer com o produto.

Garanta já a sua!

baixe a sua calculadora de giro de estoque

 

 

Conteúdos Relacionados com Indicadores

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.