Como apurar e ter lucro nos marketplaces?


Para quem vende na internet, utilizar os grandes canais de venda dos marketplaces é uma estratégia super importante para atingir volume de vendas significantes e bater resultados financeiros e estratégicos de negócios. 

De acordo com o Ebit Nielsen, em agosto de 2020, 78% das vendas online foram realizadas através de marketplaces, o que mostra o poder das vitrines digitais como Mercado Livre, B2W, Magazine Luiza, entre tantos outros para o lojista que quer crescer seu negócio.

Ainda sim, vender nestes canais requer não somente bons produtos e respeito às regras, mas também um cuidado especial com suas margens e controle financeiro dado que, por seu modelo de negócio, estes canais de venda se remuneram através de comissões por venda e frete, bem como possuem fluxos financeiros de repasse dos pagamentos feitos que podem variar entre alguns dias, até diversos meses após a venda realizada.

 

Como apurar e ter lucro nos marketplaces?

Neste artigo vamos ver como precificar para os marketplaces utilizando o método da margem de contribuição para que você consiga de fato retirar resultado das vendas feitas por estes canais tão importantes para seu negócio.

 

Cada marketplace tem sua regra de comissão e prazos de pagamento

Antes de mais nada, é preciso que você saiba quais as comissões e regras de pagamento que cada um dos canais que você planeja utilizar possuem.

como ter lucro marketplace
cada marketplace tem as suas regras

Alguns marketplaces possuem mais de uma modalidade de anúncio e/ou comissionamento para a categoria que você venderá, podendo este incorrer tanto no preço do produto, quanto também no frete da venda.

É importante que você se informe sobre as condições de cada marketplace para entender estas respectivas taxas para iniciar seu processo de precificação corretamente.

 

Precificando para o marketplace com foco em % de lucro objetivo

Suponhamos que você tenha encontrado um marketplace de interesse que te cobra 15% de comissionamento.

Você é um lojista que recentemente migrou para o simples nacional, pagando 5% de alíquota tributária e tem um produto cujo o custo é de R$50,00, já incluso embalagens, impostos de compras e etc.

Temos o seguinte então.:

  • Custo do produto = R$50,00;
  • Impostos = 5%;
  • Comissão do Marketplace = 15%;

Se seu objetivo é ter uma margem de contribuição de 30%, realizamos a seguinte conta:

 

Preço de Venda = (CUSTO DO PRODUTO)/(1-Impostos – Comissão do Marketplace – % de margem objetivo)

Preço de Venda = (R$50,00)/(1-0.05 – 0.15 – 0.30)

Preço de Venda = (R$50,00)/(0.5)

Preço de Venda = R$100,00

 

Praticando o preço de R$100,00, você terá 30% de lucro, totalizando R$30,00 na venda de cada unidade do produto, bem como pagando todos os custos variáveis desta venda.

 

Precificando para o marketplace com foco em um lucro nominal

Se no exemplo anterior, ao invés de querer 30% de lucro, você quisesse ter um lucro mínimo de R$10,00 na venda, efetuamos o cálculo da seguinte forma:

 

Preço de Venda = (CUSTO DO PRODUTO + Lucro Líquido Objetivo)/(1-Impostos – Comissão do Marketplace)

Preço de Venda = (R$50,00 + R$10,00)/(1-0.05 – 0.15)

Preço de Venda = (R$60,00)/(0.8)

Preço de Venda = R$75,00

 

Desta forma, ao praticar o preço de R$75,00, estamos retirando R$10,00 de lucro líquido, bem como arcando com todos os custos variáveis referentes aquela venda. 

 

Como fazer de maneira mais simples?

A Preço Certo lançou a calculadora de preços para marketplaces que já leva em conta todas as regras de preços e comissionamento dos principais canais de vendas que os lojistas utilizam para que você consiga realizar sua formação de preço de maneira rápida, segura e gratuita.

Garantindo o lucro da venda no marketplace.

Baixe agora a sua e deixe nos comentários seu feedback sobre a ferramenta, bem como suas dúvidas para que possamos te ajudar!

calculadora de preços para marketplace preço certo

 

 

Conteúdos Relacionados com Precificação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.