Cresça seu negócio

Saiba como criar um planejamento estratégico para o seu e-commerce

16/01/2017

planejamento estratégico

Negócios que se iniciam por impulso tendem a depender muito da sorte para dar certo. Em linhas gerais, os empreendimentos que não dão certo têm um culpado: a falta de planejamento estratégico.

Não dispor de um plano de ação podem tornar as coisas bem confusas e dificultar a gestão. Daí a importância de pesquisar e analisar informações, focando nas medidas mais adequadas para o bom andamento das operações.

O e-commerce, assim como outros empreendimentos, demanda planejamento estratégico para manter-se estável.

É algo um pouco mais complexo do que só refletir sobre as nuances do mercado e colocar ideias em prática. São ações fundamentadas em metas e medidas estratégicas, as quais tem o intuito de otimizar as etapas que fazem parte do processo de venda.

Para ajudar, elaboramos algumas sugestões de como direcionar o planejamento estratégico do seu e-commerce. Saiba mais:

 

1- Pesquise

Inicialmente, é preciso pesquisar o mercado e o público-alvo. Procure identificar o segmento escolhido, como o seu negócio está inserido e se ele pode conquistar espaço no cenário atual do comércio eletrônico.

Conheça os líderes de mercado, a estratégia que eles adotaram, o nicho que atuam e veja o que pode tirar para você aperfeiçoar a sua estratégia.

Em relação ao público-alvo, é importante saber quem é seu consumidor, quais suas características, como ele se comporta e seus interesses.

 

2 – Defina seus objetivos do planejamento estratégico

Coloque no papel o ponto que deseja chegar e quando pretende chegar. É mais simples seguir um caminho quando sabe em que você está tentando trabalhar.

Por isso, é fundamental estabelecer metas intermediárias, pois elas ajudam nesse direcionamento.

Foque em responder as seguintes perguntas:

  • O que estamos pretendendo alcançar?

  • Como saberemos quando tivermos chegado lá?

As metas precisam ser definíveis e mensuráveis e os objetivos terão como base o desempenho anterior e sua estratégia de negócios. Eles devem também ser realistas e viáveis, enquanto as metas podem ser mais flexíveis.

 

3 – Trace um plano de atração

O e-commerce precisará de um plano para atrair novos visitantes e divulgar sua proposta. Basicamente, as campanhas de atração são divididas em: canais em andamento e campanhas pontuais.

  • Em andamento

Abrange os canais de comunicação do negócio utilizados para divulgar e comercializar seus produtos. São exemplos de canais de atração os anúncios Adwords e landing pages, pois podem ser otimizados e direcionados por períodos mais longos.

  • Campanhas pontuais

Campanhas pontuais tem períodos pré-definidos e são podem ser disponibilizados em inúmeros canais usando a mesma mensagem. São planejadas para atingir objetivos específicos, por exemplo, o aumento da conversão de novos clientes.

 

4 – Trace o modus operandi do e-commerce

É necessário definir o sistema operacional da empresa, que inclui o modo como serão feitas as vendas, como serão realizadas as entregas dos meus produtos/serviços, como eles serão estocados, entre outros pontos.

É nesse ponto que você irá avaliar as alternativas que mais se adéquam ao modelo do empreendimento.

 

5 – Analise suas métricas de sucesso

As métricas de sucesso ajudam a aperfeiçoar sua estratégia, oferecendo dados que permitem melhorar o seu planejamento.

Entre as métricas mais interessantes para o e-commerce estão o ROI – Retorno sob o investimento, taxa de abandono e etc. É válido ressaltar que as métricas devem estar relacionadas com seus objetivos iniciais.

Elaborar e seguir o planejamento estratégico é imprescindível para assegurar que o e-commerce caminhará no rumo esperado. Atente-se aos objetivos, controle e o equilíbrio estratégico, pois eles são a chave para o sucesso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *