Como uma loja física pode se preparar para vender online?


Durante o último ano, a pandemia de COVID-19, modificou a forma como trabalhamos e também como consumimos.

O comércio físico, em muitos casos, precisou se adequar ao formato online para que as vendas não parassem e as operações continuassem ativas.

Quem conseguiu se adequar com mais rapidez, garantiu menor quebra no seu fluxo de caixa e vendas.

Isso tudo fez parte de uma aceleração na transformação digital, já estimulada pela evolução da tecnologia e pela mudança do comportamento do consumidor. 

Para o empreendedor que ainda precisa migrar seu negócio para o meio online, algumas dicas são importantes:

  • Esteja presente nos canais certos para o seu público; 
  • integre a gestão do seu negócio a um sistema de gestão para automatizar os processos administrativos;
  • Crie a sua presença digital estando em marketplaces diversos, garantindo maior possibilidade de vendas. 

 

Mas afinal, como fazer o passo a passo para vender online?

Entenda na prática como fazer o processo de migração de um negócio que já existe no meio físico para o digital: 

 

Faça uma pesquisa de mercado

O empreendedor do meio digital precisa estar atento para o mercado no qual está inserido.

O passo inicial é fazer pesquisa de mercado para que as estratégias de venda cheguem ao seu consumidor com assertividade.

É comum empreendedores novatos no e-commerce inserirem seus negócios em marketplaces que não tenham a ver com o seu público consumidor, e isso gera trabalho, custo e energia desnecessários, pois a conversão em vendas acaba sendo mais demorada do que já iniciar em canais que possuem estreita ligação com o seu consumidor.

Para isso, pesquisar é fundamental, é entender que nem sempre o seu produto precisa ser diretamente associado a aquele marketplace, mas ele pode fazer parte de produtos relacionados ao segmento.

Por exemplo: Em um marketplace de esportes, não é somente produtos para fazer esporte ou exercícios em si, mas todo o universo de lifestyle, bem estar e saúde. 

 

Processos e ferramentas

Após essa primeira definição é hora de organizar a casa: definir produtos, fazer parcerias interessantes com fornecedores, montar um estoque eficiente, e iniciar o processo de integração aos canais de venda.

Para isso, um sistema de gestão ERP funciona como uma ferramenta de integração importante, pois além de automatizar processos internos também sincroniza a operação física e a digital ao mesmo tempo.

O trabalho online é um processo que exige dedicação por parte do empreendedor, mas ferramentas de integração auxiliam a deixar o trabalho mais fácil e também com menor chances de erros de administração, principalmente na parte de notas fiscais e processos logísticos, onde será feita a entrega dos seus produtos aos clientes. 

 

Tomada de decisão

Com as integrações definidas, o lojista pode continuar trabalhando no meio físico e online ao mesmo tempo, administrando as vendas, o estoque e as notas juntamente com as vendas online.

Diferentemente de quem inicia seu trabalho de comércio direto no e-commerce, o perfil deste empreendedor que precisa se adequar ao meio de vendas online é particular, pois precisa pensar no negócio e nas vendas de outra forma.

Por isso, a unificação da gestão é um caminho para simplificar o trabalho e tornar o processo de vendas mais fluido.

Caso o caminho seja desativar a loja física e manter somente as vendas virtuais, também é preciso percorrer o caminho de aprendizagem e inserção dos produtos nas plataformas de venda. 

A preparação para as vendas ocorre basicamente nestes passos que foram descritos.

Após isso, basta inserir os produtos, com legendas atrativas e fotos que chamem a atenção do consumidor. É como uma vitrine, que precisa estar sempre ativa, mostrando o que tem de melhor no interior da loja. 

 

Conclusão

A venda online é um caminho a ser percorrido pelo lojista com atenção aos detalhes e sempre desprendendo tempo para pensar em estratégias que impactem o consumidor, além de manter atendimento ativo.

A reputação do vendedor online é construída aos poucos e como parte importante para vender online é fundamental centralizar as informações de entrada e saída de produtos em um ERP, que também facilita a gestão do seu catálogo em múltiplos canais de venda. 

Se ainda não é cliente Bling utilize o cupom de desconto #precocerto e confira 3 meses as funcionalidades que um sistema de gestão online pode fazer pelo seu negócio.

 

 

Conteúdos Relacionados com E-commerce

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.