Saiba como escolher os melhores marketplaces para vender sem ter dores de cabeça


De início, é comum pensar que para vender mais é necessário vender em todos os marketplaces.

Sem dúvidas, a maior vantagem de trabalhar em mais de um canal de venda é a diluição dos riscos, afinal a empresa não terá colocado todos os ovos em um único cesto.

Mas a solução para isso não é anunciar em todos os canais de uma única vez, é necessário ter uma estratégia clara e focar em marketplaces certos. 

Nesse artigo, vamos te explicar os principais tópicos que você precisa considerar na hora de escolher os melhores marketplaces para o seu negócio.

O papel de um marketplace na estratégia

Os marketplaces são verdadeiros shoppings virtuais. 

Eles possuem um volume de visitações acima da média e através disso, conseguem gerar mais visibilidade para os seus parceiros que vendem no canal.

Por conta disso, as chances de aumentar as vendas aumentam.

 

Como escolher o melhor marketplace

Sabemos que essa é uma decisão complicada e que requer análises cuidadosas e, alguns pontos que devem ser levados em consideração são:

Nicho de mercado

É necessário entender se o público que frequenta o Marketplace que você está analisando é exatamente o público que você espera para o seu produto.

Vender um produto pet em um marketplace especializado em vendas de brinquedos não funciona, pois aquele canal não é o ideal.

Volume de visitas

Entender se o seu produto é bem procurado naquele Marketplace e entender se faz sentido o ter ali é algo que pode fazer a diferença no seu negócio.

Colocar sua loja em determinado Marketplace de nicho, pode ser um erro por diversos fatores, principalmente por causa do seu market share e tamanho.

Vamos supor que você investiu pesado para entrar em um marketplace, investiu em anúncios, contratou um ERP ou uma pessoa para cuidar somente disso, mas no final não teve um resultado esperado.

Isso porque o tamanho desse marketplace é menor em comparação ao outro, que possivelmente alavancaria as suas vendas ainda mais.

Por isso é bom fazer uma pesquisa, será que nesse caso não valeria mais a pena investir em um marketplace diferente?

Políticas de comissão e repasse

Tão importante quanto dedicar uma estratégia para as vendas em marketplaces é conhecer as políticas de cada um para anunciar os seus produtos.

Antes de pensar na precificação, você precisa conhecer as regras dos marketplaces em que atua.

Cada plataforma conta com regras de regra de comissão e repasse.

Além disso, ainda conta com algumas especificações, como por exemplo, tem marketplaces que não aceitam vender determinados produtos por conta das suas políticas internas.

 

Quais são os 5 maiores marketplaces do Brasil em 2022

Segundo o Relatório Setores do E-commerce, da Conversion, os 5 maiores marketplaces em audiência para você conferir:

Mercado Livre

mercado livre

O Mercado Livre é o maior marketplace da américa latina e conta com a sua própria cadeia logística.

O meli possui mais de 300 milhões de usuários registrados, 200 milhões de ofertas em tempo real e mais de 10 compras são feitas no site todo segundo.

Americanas Marketplace

americanas marketplace

A Americanas Marketplace é uma das gigantes do comércio brasileiro, formada pelos gigantes: Americanas, Submarino e Shoptime.

A marca conta com a sua própria cadeia logística, permitindo que os seus clientes comprem online e possam pegar diretamente na loja ou em pontos físicos, além de investir bastante em brading.

É estimado que o número de pedidos totalize 2,4 milhões por mês.

Magazine Luiza

magazine luiza

A Magazine Luiza também é outra empresa gigante no varejo brasileiro, possui capital aberto, um sistema de entregas próprio, além de realizar grandes investimentos em marca.

Anteriormente a empresa só possuía lojas físicas, mas tornou- se uma empresa ainda mais conectada com o consumidor durante a pandemia, devido ao sucesso da sua plataforma de e-commerce, que antes representava muito pouco do faturamento.

Atualmente os dados mostram que a operação online já representa mais de 50% do faturamento da empresa.

Amazon

amazon

A Amazon é uma das maiores empresas do mundo atualmente.

Ela atende tanto o lojista quanto o consumidor final, através dos seus serviços prime e com toda certeza é um marketplace que você precisa estudar.

Shopee

shopee

A Shopee chegou ao Brasil com diversos benefícios e foi conquistando os vendedores e compradores.

A empresa tem uma das maiores taxas de crescimento em termos de cadastro de novos vendedores no Brasil.

 

Erros que você não pode cometer nas vendas em marketplaces

Focar apenas no faturamento

Focar apenas no faturamento como um indicador que seu negócio está indo bem não é um bom negócio.

É necessário avaliar também o capital de giro do negócio e a sua margem de contribuição.

Assim, o seu financeiro conseguirá analisar se o seu negócio está no ver se o seu negócio está no verde ou no vermelho.

E lembre-se:

 

“Faturamento é Ego, Lucro é Ponto de Vista e Caixa é Realidade.”

– Marcelo Roque, CEO da Preço Certo

 

Outro ponto é que o faturamento não anda junto com o lucro e isso pode acontecer por diversas questões, no vídeo abaixo explicamos como isso acontece.

Negligenciar o tempo de repasse

O tempo de repasse é o tempo necessário para o dinheiro entre na sua conta depois que você vende um produto ou depois que o produto é recebido pelo cliente. E isso está integralmente ligado ao capital de giro da sua empresa.

A importância do capital de giro para o negócio diz respeito à manutenção da operação.

Sem ele, o negócio não se mantém, deixando de cumprir seus compromissos e, caso não resolva, a empresa se endivida e fecha as portas.

Leia Também: Por que preciso controlar o capital de giro?

 

Não conhecer a política de comissionamento

Antes de escolher um marketplace só por ser conhecido ou ter um volume alto de visitantes é preciso saber quais as comissões e regras de pagamento que cada um dos canais que você planeja utilizar possuem.

Alguns marketplaces possuem taxa fixa mais comissão, outros apenas comissão. Outro ponto importante também é das regras de frete, alguns são os compradores que pagam e outros são os vendedores e isso tudo afetará a sua precificação.

É importante que você se informe sobre as condições de cada marketplace para iniciar seu processo de precificação corretamente.

Para te auxiliar nesse processo, a Preço Certo possui uma calculadora de preços para marketplaces, permitindo que você tenha segurança na precificação e clareza das margens que formam seu preço de venda em 11 marketplaces diferentes.

calculadora de preços para marketplace preço certo

Desconsiderar as necessidades da empresa

A sua empresa é igual a um filho, não adianta colocar ele em determinado curso que não vá o ajudar e pode até mesmo o atrapalhar.

Na empresa é a mesma coisa, você precisa considerar as necessidades dela.

Por exemplo: Qual é a sua atual necessidade de capital de giro? Entrar em determinado marketplace fará você precisar de mais capital, você teria esse dinheiro em caixa?

Outro ponto importante é o estoque, você teria estoque suficiente para entrar nesse marketplace?

No tópico abaixo explicaremos melhor a questão do estoque.

Negligenciar seu estoque

Uma das coisas mais importantes nesse momento é o estoque, não adianta vender se você está em ponto de ruptura de estoque. Por isso é necessário entender a taxa de visitação e conversão do site e ver se terá um estoque para atender essa demanda.

Caso haja atrasos ou pedidos cancelados, isso afetará diretamente a sua reputação, tornando o seu negócio menos relevante e menos visto na plataforma.

É importante você entregar tudo no prazo e até antes, se conseguir.

Nessas horas, um ERP pode ser um grande auxiliador.

Considere o seu modelo de negócios

É fundamental conhecer seu modelo de negócio na hora de escolher as melhores estratégias, mas também é fundamental na hora de escolher seu canal de vendas.

Isso porque, a partir daí, você pode ponderar qual a importância da exposição da sua marca em si para que sua empresa possa ter sucesso, o quanto a forma como você expõe seus produtos influencia na sua taxa de conversão, entre muitos outros aspectos que vão afetar seu negócio.

Outro ponto importante é definir qual a sua capacidade de organização, com o intuito de definir a viabilidade de cada canal de vendas para seu negócio, uma vez que pode ser que você precise lidar com os pedidos manualmente.

 

Aprenda a precificar os seus produtos em qualquer marketplace

Tudo bem, você já decidiu a sua estratégia e os marketplaces que quer atuar, mas agora a pergunta é: “Como precificar em cada canal?”

É bem complicado saber as taxas e calcular o preço para cada marketplace, mas para te ajudar estamos disponibilizando uma planilha de precificação para marketplaces que vai te auxiliar a precificação nesses canais de venda, você pode baixar gratuitamente clicando aqui.

calculadora de preços para marketplace preço certo

 

 

Conteúdos Relacionados com E-commerce

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.